15327309_1019738761487911_1171470199012713621_nEm Dezembro de 2016 colaborei com a Revista Notícias Magazine no artigo “Feliz Natal e já agora Parabéns” .

Este artigo de carácter comportamental aborda como as pessoas que nasceram na época natalícia vivem o seu aniversário numa altura em que o foco está nas festividades.

O Natal é uma época de partilha, do dar e receber, da esperança, da alegria, do convívio familiar. Existe toda uma celebração à volta desta festividade que nos dias de hoje começa a ser publicitada a partir do mês de Novembro e se repararmos existem 3 grandes referências do Natal na nossa sociedade: o espírito natalício, o Pai Natal e o nascimento do menino Jesus. E além destas referências temos todos os preparativos que acompanham, desde montar a árvore e o presépio, preparar a ementa, cozinhar, comprar ou fazer presentes e ainda o viver quase 2 semanas em festejos.

Para quem nasce perto do dia de Natal ou mesmo no dia 24/25 de Dezembro  pode sentir que tem de partilhar e competir com toda esta celebração. Não podemos esquecer que um aniversário é a celebração da existência de vida de uma pessoa e o facto de não ser celebrada com devida atenção poderá ter algumas consequências na auto-estima, principalmente das crianças.

Podem sentir que existe algo mais importante que celebrar o seu dia especial, ainda com o reforço da maioria das outras pessoas/crianças poderem esquecer de dar os parabéns por estarem ocupadas a celebrar o Natal com as suas famílias.

Como estamos habituados a receber prendas no Natal e quando fazemos anos, também poderá gerar sentimentos de desmerecimento caso não haja uma diferenciação do que é do Natal e do que é de aniversário, o mesmo se passa quando o bolo de aniversário mistura-se com os bolos de Natal.

Para muitos pode parecer insignificante esta situação mas para alguém que vive todos os Natais assim, pode ser bastante doloroso a falta de atenção sentida, isto tudo porque desde crianças temos uma tendência a fazer comparação com os outros e não queremos ser diferentes dos demais.

Mas temos de entender que estes sentimentos podem nem sempre acontecer, existem também pessoas que gostam de ter o seu aniversário no dia de Natal e até se consideram especiais por isso mesmo.

 

Conselhos práticos para os pais de aniversariantes no Dia de Natal

Antes de executar qualquer destes conselhos, pais, lembrem-se do melhor presente que tiveram na época natalícia, muito provavelmente foi o nascimento do vosso filho. Recordem a felicidade que tiveram ao olhar pela primeira vez para o ser mais bonito que existe! Que lindo dia deve ter sido esse! Um verdadeiro presente.

 

  1. Como as crianças estão de férias escolares combine com antecedência uma festa na escola no mês de Novembro ou mesmo antes de entrarem de férias. Poderá também fazer uma festa em casa para os amigos por volta da mesma altura. Há pais que decidem fazer a festa 6 meses antes. Esteja atento se o vosso filho fica satisfeito com essa decisão.
  2. Caso o seu orçamento fique apertado para uma prenda de aniversário, no meio de tantas prendas de Natal, tente comprar uns meses antes.
  3. Se o aniversário for no dia 24/25 de Dezembro diga-lhe Parabéns ao invés de Feliz Natal quando o vir de manhã.
  4. Relembre em família o dia de nascimento e diga-lhe que foi o melhor presente que já receberam.
  5. Reserve um espaço que seja só do aniversário, como a mesa do bolo, decorações, o embrulho dos presentes que não seja natalício e se achar engraçado até poderá fazer uma árvore de aniversário para o seu filho ao lado da árvore de Natal.
  6. Faça um bolo de aniversário distinto dos demais e dedique tempo para a celebração. Não apaguem as velas quando já estão todos satisfeitos do jantar de Natal.
  7. Comunicar – Caso ele tenha idade suficiente para comunicar o que sente podem perguntar-lhe o que gostaria que fosse realizado de modo a sentir-se especial no seu dia.

Para os adultos: aceite que o seu aniversário é numa ocasião festiva importante. Parte da decepção surge de sentimentos de desmerecimento ou privação, por sentir que está a perder o que os outros experimentam como um evento individual. Ao aceitar que seu aniversário é no Natal pode começar a olhar mais positivamente e quem sabe fazer as coisas de modo diferente, como:

  1. Como é o seu aniversário tem um óptimo pretexto para não ser o cozinheiro principal ou o anfitrião da festa. Isso é algo bastante poderoso! Além disso, as pessoas estão num estado festivo e bem humoradas e é mais provável ver mais pessoas no seu aniversário do que se fizesse noutra data. Como é Natal não terá de trabalhar ou ir à escola no seu dia de anos.
  2. Dado que o Dia de Natal é bastante atarefado, pode organizar um pequeno-almoço especial ou um brunch ou uma refeição íntima que é focada em dar-lhe presentes de aniversário, um bolo e alguns mimos que foram comprados ou feitos especialmente para si. Tente celebrar o seu aniversário no Natal com a sua família e, em seguida, com seus amigos o mais próximo possível do Natal, antes ou logo depois.
  3. Lembre-se que outras pessoas que comemoram o seu aniversário no dia de Natal têm a mesma experiência, não está sozinho nisto. Todos eles adiaram a sua festa de aniversário para outro dia também.
  4. Coloque decorações de aniversário, bem como as de Natal, é uma forma de reconhecer que não é apenas dia de Natal mas também o seu aniversário.
  5. Aprecie o que recebe por meio de presentes. Poderá receber de algumas pessoas apenas um presente para ambas as ocasiões mas numa altura em que existe tanto consumismo pense se o verdadeiro presente não é ter as pessoas que ama junto de si a celebrar o seu dia e o Natal.
  6. Faça uma pesquisa na Internet sobre pessoas que fazem anos no mesmo dia que o Natal, vai ver que não é o único e que existem alternativas para se sentir bem neste dia.
  7. Pense que é tão especial como outra pessoa que nasceu fora desta época e lembre-se o quanto foi único a sua mãe ter dado à luz nesta época de alegria e união.

 

 

Comments are closed.

Set your Twitter account name in your settings to use the TwitterBar Section.