large

“Sometimes your joy is the source of your smile, but sometimes your smile can be the source of your joy.”

~Thich Nhat Hanh

 

 

Cientistas e mestres espirituais concordam que o simples acto de sorrir pode transformar a si e o mundo ao seu redor. A pesquisa actual (e o senso comum) mostra-nos que o sorriso é contagioso. Pode fazer-nos parecer mais atraente para os outros, levanta o nosso humor bem como daqueles que nos rodeiam. E pode até prolongar as nossas vidas. Portanto, antes de continuar a ler, dê um agradável e genuíno sorriso 🙂

 

Como o sorriso afecta o cérebro

Cada vez que sorri é como se estivesse a dar uma festa no seu cérebro. O acto de sorrir activa mensagens neuronais que beneficiam a sua saúde e felicidade.

Para começar, sorrir activa a libertação de neuropeptídeos que trabalham para combater o stress. Neuropeptídeos são pequenas moléculas que permitem a comunicação dos neurónios. Eles facilitam as mensagens para todo o corpo quando estamos felizes, tristes, irritados, deprimidos, animados. Os neurotransmissores do bem-estar – dopamina, endorfinas e a serotonina – são libertadas quando damos um sorriso sentido. Não só relaxa o corpo, mas pode diminuir o batimento cardíaco e a pressão arterial.

As endorfinas também funcionam como analgésico natural – 100% orgânico e sem os potenciais efeitos secundários negativos dos fármacos.

Por fim, a libertação de serotonina provocada pelo seu sorriso serve como um anti-depressivo. Muitos dos anti-depressivos de hoje em dia também influenciam os níveis de serotonina no cérebro  mas com um sorriso, novamente não tem de se preocupar com os efeitos secundários negativos – e nem precisa de prescrição médica.

 

Como o sorriso afecta seu corpo

Ficamos realmente mais bonitos quando sorrimos. Quando sorri, as pessoas tratam-o de maneira diferente. É visto como atraente, confiável, relaxado e sincero. Um estudo publicado na revista Neuropsychologia reporta que ao vermos um rosto sorridente e atraente activa o córtex órbito-frontal, a região do cérebro que processam as recompensas sensoriais. Isto sugere que ao ver uma pessoa a sorrir, sentirá-se realmente recompensado.

Também explica as descobertas dos investigadores do Face Research Laboratory Universidade de Aberdeen, na Escócia. Os participantes foram convidados a avaliar o sorriso e o grau de atractividade. Eles descobriram que os homens e as mulheres eram mais atraídos por imagens de pessoas que fizeram contacto ocular e sorriram em comparação daqueles que não o fizeram. Se não acredita, basta ver quantos olhares começa a ter quando andar acompanhado do sorriso que tem neste momento. (Ainda está sorrindo como pedi, certo?)

 

Como sorriso afecta os que estão ao seu redor

Sabia que seu sorriso é realmente contagioso? A parte do cérebro que é responsável pela sua expressão facial de sorrir quando está feliz ou a imitar o sorriso reside no córtex cingulado, uma área de resposta automática inconsciente. Num estudo sueco, mostraram várias fotos de pessoas com várias emoções: alegria, raiva, medo e surpresa. Quando a imagem de alguém a sorrir foi apresentado, os investigadores pediram aos indivíduos para franzir a testa. Em vez disso, eles descobriram que as expressões faciais foram directamente para imitação da emoção apresentada pela foto. Teve que haver um esforço consciente para transformar aquele sorriso de cabeça para baixo. Então, se está sorrir para alguém, é provável que eles não possam deixar de sorrir de volta. Se não o fizerem, eles estão a fazer um esforço consciente para tal.

Olhando para uma perspectiva mais alargada, cada vez que sorri para uma pessoa, o cérebro dessa pessoa persuade-o a devolver o favor. Estará a criar uma relação simbiótica que permite tanto libertar “bons químicos” no cérebro, activar centros de recompensa, torná-los mais atraentes e aumentarem as hipóteses de ambos viverem vidas mais longas e mais saudáveis.

 

Existem dias que são uma confusão completa. Nem sempre podemos controlar o que acontece connosco mas estou 100% confiante de que enfeitar a cara com um sorriso pode mudar a sério a sua experiência interna e externa.

O seu sorriso é algo que deve ser usado muitas vezes e torná-lo uma prioridade para rodear-se de pessoas, lugares e coisas que iluminem seu dia. Tente ser uma pessoa positiva, feliz no seu grupo de amigos. Veja filmes cómicos e muitas vezes lembre-se de olhar as pessoas nos olhos e mostrar-lhes os seus lindos dentes.

 

O mundo é simplesmente um lugar melhor quando sorri 🙂

 

 

Fonte: Psychology Today

1. Primitive emotional contagion. Hatfield, Elaine; Cacioppo, John T.; Rapson, Richard L. Clark, Margaret S. (Ed), (1992). Emotion and social behavior. Review of personality and social psychology, Vol. 14., (pp. 151-177). Thousand Oaks, CA, US: Sage Publications, Inc, xi, 311 pp.2. Abel E. and Kruger M. (2010) Smile Intensity in Photographs Predicts Longevity, Psychological Science, 21, 542–544.3. Seaward BL. Managing Stress: Principles and Strategies for Health and Well-Being. Sudbury, Mass.: Jones and Bartlett; 2009:2584. R.D. (2000). Neural correlates of conscious emotional experience. In R.D. Lane & L. Nadel (Eds.), Cognitive neuroscience of emotion (pp. 345–370). New York: Oxford University Press.5. Karren KJ, et al. Mind/Body Health: The Effect of Attitudes, Emotions and Relationships. New York, N.Y.: Benjamin Cummings, 2010:461.6. Facial attractiveness: evolutionary based research Phil Trans R Soc B June 12, 2011 366: 1638-1659.7. O’Doherty, J., Winston, J., Critchley, H. Perrett, D., Burt, D.M., and Dolan R.J., (2003)Beauty in a smile: the role of medial orbitofrontal cortex in facial attractiveness. Neuropsychologia, 41, 147–155.8. Sonnby–Borgström, M. (2002), Automatic mimicry reactions as related to differences in emotional empathy. Scandinavian Journal of Psychology, 43: 433–443.

 

Comments are closed.

Set your Twitter account name in your settings to use the TwitterBar Section.