naom_57d1a45a9dda5

O verão terminou e o Outono já chegou. Como está a ser esta transição para si?

Sente-se desanimado/a? Se sim veja estas 10 estratégias para dar um impulso ao seu bem-estar e felicidade, faça sol ou faça chuva!

1. Saboreie as alegrias da vida: Preste muita atenção aos prazeres e maravilhas momentâneas da vida e partilhe com os outros através da escrita, desenho, música ou fotografia. Dica: Comprometa-se a tirar uma foto todos os dias de algo que capta a sua atenção. Experimenta por uma semana, um mês ou até mesmo um ano inteiro.

2. Liberte-se dos rancores: Quando perdoamos aqueles que nos ofenderam, tendemos a sentir-nos melhor, experimentamos emoções mais positivas e conseguimos estar mais perto dos outros. Porém perdoar não quer dizer que permite ofensas futuras. O perdão ajuda sim a criar um distanciamento emocional de pessoas e/ou situações.

 

3. Mexa-se: O exercício regular aumenta a auto-estima, reduz a ansiedade e o stress e pode muito bem ser o impulsionador de felicidade instantânea.

 

4. Dê graças: Os estudos indicam o enorme poder de simplesmente de contar as nossas bênçãos. As expressões regulares de gratidão promovem o optimismo, melhora a saúde e consequentemente uma maior satisfação com a vida.

 

5. Mantenha os amigos próximos: As conexões sociais são a chave para a felicidade. Os estudos indicam que é a qualidade mais do que quantidade: arranje tempo para as pessoas mais próximas de si. Dica: Pense sobre relacionamentos importantes na sua vida e escolha aquele que não é tão forte quanto poderia ser. Invista tempo e energia a cultivar, a afirmar e a desfrutar dessa amizade. Ouça o que a outra pessoa precisa.

6. Sinta o fluxo: Em casa e no trabalho, procure experiências mais desafiadoras em que possa “se perder”, experimentando o que os investigadores chamam de fluxo.

 

7. Pratique actos de bondade: Ser gentil com os outros faz-nos sentir bem, como doar sangue, ajudar um amigo com tarefas da casa, visitar um parente idoso, escrever uma carta de agradecimento. Actos altruístas ligam os mesmos centros de prazer no cérebro como a comida e o sexo. Dica: Escolha um dia da semana e realize cinco actos de bondade – todos os cinco num só dia. Os actos não precisam ser para a mesma pessoa, a pessoa pode ou não estar ciente do acto e o acto pode ou não ser semelhantes aos listados acima.

 

8. Olhe para o lado positivo da vida: Mantenha um diário em que possa escrever e visualizar sobre o melhor futuro possível para si mesmo, ou praticar “ver o lado positivo” de cada situação.

9. Evite a ruminação de pensamentos e pensamentos de comparação: Utilize estratégias para reduzir a frequência com que debruça-se sobre os seus problemas e proteja-se contra a comparação aos outros. Exemplos: Observe o que desencadeia os momentos de ruminação negativa (certas situações, momentos do dia, pessoas)e desvie conscientemente o seu pensamento; tente fazer uma actividade gratificante e deixe os pensamentos obsessivos para segundo plano; se algo precisa de atenção, reserve um tempo para pensar sobre isso e/ou fale sobre isso com um amigo e actue quando for possível.

 

10. Lembre-se de três coisas boas na sua vida: É fácil apanhar-nos a pensar nas coisas que dão errado e sentir como se estivéssemos a viver sob a nossa própria nuvem de chuva privada. Ao mesmo tempo, tendemos a tomar as coisas boas e as pessoas em nossas vidas como garantidas. Liste três coisas positivas que aconteceram no seu dia – e veja o que causou-os – assim encoraja-o a entrar em sintonia com as fontes de bem-estar na sua vida.

 

Espero que consiga por em prática algumas destas estratégias 🙂

 

Fonte: Greater Good Science Center at UC Berkeley

 

Comments are closed.

Set your Twitter account name in your settings to use the TwitterBar Section.