Psicóloga Online

 

A gratidão é um estado psicológico que permite-nos conectar profundamente com os outros e com o mundo ao nosso redor.

A sua origem provém da palavra latina “gratia” ou “gra-tus” que significa graça, graciosidade ou agradável. A gratidão é um sentimento de admiração, agradecimento e apreciação pela vida que pode ser dirigida a qualquer dimensão da sua experiência: a consideração de outra pessoa, oportunidades que provêm do nada, a alegria de presenciar o nascer do sol ou uma profunda sensação de espiritualidade.

 

Para praticar a gratidão requer a capacidade de apreciar o milagre da nossa própria existência, por isso é frequentemente associada com o sentido da vida. Desta forma, o nosso apreço impede-nos da desilusão.

O psicólogo Abraham Maslow sugeriu que tomar aquilo que temos por garantido é a principal causa de sofrimento e miséria mas as pressões da vida moderna tornam muito fácil cair nessa armadilha mental. A vida continua com as suas irritações e frustrações habituais e na maioria do tempo concentramo-nos nas coisas que temos de fazer sem reparar o que está acontecer connosco. Não é até experimentarmos uma séria ameaça à nossa vida que percebemos o quanto temos a perder.

Quantas vezes fez uma decisão consciente para sentir-se grato(a) por tudo o que está na sua vida? Que tipo de experiências o(a) faz sentir agradecido(a) e em que área da sua vida (emprego, relacionamentos, realizações pessoais)? Se nunca refletiu sobre este assunto tire um pouco do seu tempo e pergunte-se as seguintes questões:

  • Do que está grato(a)?
  • O que a vida tem lhe dado que o(a) faz sentir grato(a)?
  • O que toma por garantido na sua vida que aos olhos de uma pessoa de um país subdesenvolvido ou em guerra poderia ver como uma bênção?
  • O que aconteceria se lhe tirassem algo muito querido para si? E o que sentiria?
  • Que experiências teve na vida que o fez sentir feliz por estar vivo?

Muita vezes a resposta está em mudar de perspetiva. Precisa de ajuda para cultivar a gratidão?

Então pode achar úteis estas dicas:

  1. Tome a decisão de estar grato(a) todos os dias, independentemente do que aconteça. Lembre-se que este dia nunca mais vai voltar.
  2. Identifique pelo menos 10 pessoas que enriquecem e tornam a sua vida mais fácil (não tem de ser pessoas que conheça pessoalmente).
  3. Olhe para os milagres mundanos. Adquira o hábito de identificar uma coisa para estar grato, no início e no final de cada dia.
  4. Pense em tudo o que concretizou até hoje – seja grande ou pequeno. Identifique pessoas, situações, eventos que o ajudaram a alcançar essas concretizações.
  5. Veja com outros olhos uma situação na sua vida, com sentimento de admiração. Por exemplo: pense em todas as pessoas que contribuíram para que possa fazer algo tão normal como tomar uma chávena de chá. Imagine o sol a banhar as folhas de chá, imagine as pessoas que trabalham com o sol escaldante para recolher estas folhas, nas pessoas que o empacotam, etc. Repare como é fácil tomar isto tudo por garantido.

A gratidão ajuda-nos a ser mais conscientes e mais completos – e portanto uma vida mais produtiva. É uma das lembranças mais potentes que a nossa vida é um presente que precisa ser tratado com respeito e consideração.

 

Comments are closed.

Set your Twitter account name in your settings to use the TwitterBar Section.